Escultura Popular da “Mulher que Morreu de Amor”

AUTORIA: Habitantes da aldeia de Mosteirinho
TIPOLOGIA: Escultura
LOCAL DO ACHADO: Mosteirinho – Viseu
DATA: c. Séc. XVII
MATERIAIS: Cerâmica, Pasta de Papel, Musgo e lã
N.º DE CATÁLOGO: #034
N.º DE INVENTÁRIO: MF.2021.007
PROVENIÊNCIA: Liliana Velho

Contextualização

Morrer de amor é possível. Algures no séc. XVII, vivia uma mulher numa pequena aldeia chamada Mosteirinho, em Viseu. Conta-se que morreu de amor, esperando e desesperando por um companheiro que prometeu voltar a casa na Primavera mas que nunca mais retornou.

Os anos foram passando, e a angústia foi crescendo. Dizem que este sofrimento era tão grande que a levou a padecer de uma doença rara, cujos sintomas consistem em tossir pequenas pétalas, depois sentem-se dores fortes no peito, devido às flores que querem desabrochar no coração e nos pulmões, até chegar ao último estágio, em que ramos de flores inteiras desabrocham diretamente do peito, abrindo o corpo e levando-o à morte.

Dizem que foi assim que ela morreu. Com o aumento do desespero e com a progressão da doença isolou-se na floresta ali perto da aldeia, os habitantes não eram alheios a esta desgraça mas nada podiam fazer para a ajudar. Para evitar que isto acontecesse a outros construíram uma pequena ermida em sua honra, onde quem sofria de amores ia lá rezar e depositar belas flores produzidas pelos latoeiros da região. Este retrato foi feito para o altar dessa pequena ermida hoje extinta e as flores foram realizadas pelo Sr. António de Carvalho o último mestre latoeiro de Viseu.

Peça Anterior
Peça Seguinte
Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google