Poema Inédito de Judith Teixeira

Autora: Judith Teixeira
TIPOLOGIA: Poema e desenho
DATA: 1928
DIMENSÕES: 110x160mm
N.º DE CATÁLOGO: #003
PROPRIEDADE: Ana Seia de Matos

Contextualização

Na cave de uma casa devoluta situada no centro da cidade de Viseu, dentro da gaveta de uma velha secretária, foi encontrado um poema que se acredita tratar-se de um inédito da escritora Judith Teixeira. Apesar de parcialmente ilegível, consegue-se perceber o que parece ser a assinatura da escritora. Junto a este papel foi encontrado um outro, com o que se supõe ser o contorno de um perfil, que após verificação feita por especialistas se enquadra perfeitamente num dos poucos retratos que se conhecem da autora.

Para além do poema inédito e do singular achado que se encontrava na mesma gaveta, resolveu-se expor igualmente esta última, como testemunho silencioso de um tesouro há demasiado tempo desaparecido.

Peça Anterior
Peça Seguinte
Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google